Cirurgia Plástica – Melhorando

Na terça eu fui fazer a minha sessão de drenagem (11ª sessão de 20 sessões). 40 dias depois da cirurgia. Inchada. A massagista disse que poderia ser uma combinação entre alimentação, o tempo (clima – que está um nojo) e lua cheia (ela disse que a gente incha na lua cheia! Nunca reparei).

Resultado: Voltei com a espuma (com a placa de contenção)! ehehehe

Diz a minha massagista que é um caso de amor. Pode ser, mas o fato, é que desde segunda estou bastante inchada. Tudo bem que segunda foi um dia atípico, quer dizer, normal em termos de Rio Grande do Sul, com temperaturas entre 5 e 30 graus! heheheh Frio e calor não combinam com operadas. O resultado disso é inchaço, dor de cabeça, enjôo, etc… (não pensem bobagens!!)

Eu já tinha dito antes que já estava acostumada com ela, então, não me incomoda em nada, principalmente se traz benefícios. É melhor sofrer um pouco mais agora, do que perder toda a cirurgia, ou ter um resultado aquém do esperado. Se eu tiver que passar 90 dias no pós, vou passar. Não vou apressar o corpo a estar pronto quando ele ainda não está, é pior. Depois ficam como os relatos das amigas (e amigas das amigas) que não tiveram muita paciência, abusaram quando não deviam, e tiveram problemas, entre eles, rompimento de pontos, fibrose, etc. Hoje se arrependem.

Sempre lembrando que as cicatrizes internas demoram muito mais tempo para ficarem OK do que as externas. Então um ponto fechado externamente não significa que internamente está pronto, costurado e colado. E cirurgia é uma violência ao corpo. Ele demora voltar ao normal, por melhor que seja a recuperação, por melhor que tenha transcorrido toda a cirurgia. E ainda, segundo a massagista, a pele ainda não está colada no corpo, isso demora.

Em um caso desses não dá para ter pressa. Tem que dar tempo ao tempo. Acho que é por isso que os médicos dizem que o resultado da lipo só aparece 6 meses depois, e isso, se não houver nenhuma complicação, nenhuma intercorrência, tudo perfeito.

Beijocas
Cláudia Sachs

Dias de alta, dias de baixa

Hoje sai da empresa com muita dor de cabeça. Dorzinha chata e intermitente como há muito tempo não sentia.

Cheguei em casa, me deitei, no escuro para ver se passava. Dormi, acordei e ela, ali, firme e forte. Remédio, janta, banho. Tirei o macaquinho um tempo antes do banho, podia ser que desse uma melhoradinha, me olhei e tomei um susto. Estava muito inchada, como se fosse lá nos primeiros dias de cirurgia.

Medi pressão, 9/5, normal, considerando que minha pressão é baixa e que diariamente está em 10/6.

Sai do banho, vim dar uma olhadinha nos e-mails. A dor de cabeça me acompanha… chato isso. Vou dormir e espero acordar sem ela. E mais normal… sem tanto inchaço.

Em tempo: Acreditem… as minhas costas ainda doem. Um pouco menos do que nos primeiros dias, mas ainda estão desconfortáveis.

Beijocas
Cláudia Sachs

Publicado em Cirurgia Plástica. Tags: , . Comentários desativados em Dias de alta, dias de baixa

Vendo Macaquinho marca Corporal tamanho 38

Bom… para quem vem me acompanhando conhece a saga do macaquinho novo. Se não conhece, leia:
Aqui e aqui.

Meu objetivo com o segundo macaquinho não se concretizou, uma vez que quase não consegui usar. Ele está novinho, super elástico, com a mesma compressão de um novo. A única coisa que fiz foi trocar dois ganchinhos (que o próprio representante da Corporal fez) e lavar, obviamente. Ao todo eu vesti ele 3 vezes. Nunca cheguei a dormir com ele, era só o tempo de lavar e secar o outro e já vestir.

Então, se você for fazer uma plástica (abdominoplastia ou lipoaspiração) e que necessite de um macaquinho deste tipo, me escreva, que podemos negociar.

Veja as fotos:

 

 

Clique nas fotos para ver em tamanho maior. A marca mostra os dois ganchinhos que troquei. Não aparece!

Valor R$ 95,00 com frete via PAC! Uma barbada, uma vez que este macaquinho custa entre R$ 150 a R$ 180 aqui em Porto Alegre. Se for de Porto Alegre e retirar em mãos rola um descontinho!

Acabei usando o macaquinho e por isso não está mais a venda (27/07).

Beijocas
Cláudia Sachs

Cirurgia Plástica – 40 dias depois

Hoje, 25 de abril completo 40 dias de pós. Muita coisa já mudou no meu corpo.

No dia 22 pela manhã, mais uma consulta de revisão e o resultado foi:

– Posso parar de usar a espuma em frente a barriga. Confesso que fiquei o dia inteiro sem ela, mas prefiro voltar a usar. Fiquei com medo de marcar. Já me acostumei com a espuma, ela já não me machuca tanto! Heheeh Mas estou tirando para dormir. Só uso para trabalhar, uma vez que fico sentada o dia inteiro na frente do computador. Ele disse que eu posso colocar um mousepad ou algo na frente das tachinhas para não machucar, mas ainda prefiro a espuma, além de proteger, faz com que a barriga não dobre.

– Já posso dirigir!!! Oba! Embora marido me leve e me busque de todos os lugares, saber que eu já posso dirigir é tudo de bom (eu amo dirigir eheheh).

– Academia. Estou liberada para trabalhar os músculos da cintura para baixo, sem forçar nada da cintura para cima! Pelo menos até a próxima consulta.

– O macaquinho. Ainda vou usar o macaquinho por mais tempo. Sinceramente, ele não me incomoda mais. Ficaria feliz se pudesse tirar apenas para dormir, mas posso continuar usando ele por mais tempo se necessário for (mesmo com a alta do médico, é bem possível que eu continue usando depois). Nem acreditei, mas sai de lá hoje usando o macaquinho no segundo nível!!! Uhhuuuuu O bom deste macaquinho (da marca Corporal) é que tem três níveis de fechamento contra dois da Yoga. Então ainda posso emagrecer mais um pouquinho.

– Mamas!!!!! Minhas mamas estão lindas!! As cicatrizes fechadinhas, completamente cicatrizadas (pelo menos por fora), um fiozinho de nada que mal dá para perceber. Como eu me cuidei muito neste período inicial (e vou continuar me cuidando assim por bem mais tempo) não vou ficar com nenhuma cicatriz horrorosa. Se ficar alguma coisa, vai ser aquele risquinho como se fosse um fio de cabelo mais claro. Tudo perfeito!! Ele colocou micropore novamente, mas já disse que na próxima consulta (que vai ocorrer dia 6 de maio) provavelmente ficarei com micropore somente na base da mama (onde tem o maior corte).

– Emagreci 1 kg desde a cirurgia. Essa parte eu não entendo muito por que. Eu voltei para casa mais pesada, com retenção de líquidos e tal, mas passada essa função, eu achava que iria reduzir também em peso. Como saíram dois litros e meio do corpo, mais alguns gramas das mamas, eu achei que isso fosse se refletir no peso, mas parece que não. Considerando antes e depois, aos 40 dias, estou com apenas 1kg a menos do que eu tinha antes da cirurgia. Sei que lipo não é feita para emagrecer, mas toda essa gordura que saiu, não deveria representar no peso? Sei lá…

– Estou fininha!! A cinturinha começa a tomar forma. Barriga “tanquinho”, bumbum e peitos empinados! To me sentindo!! Eheheheh. Só falta colocar músculo e voilá, verão de 2011 que me aguarde! Preciso acabar com o sedentarismo!! eheheheh

Beijocas
Cláudia Sachs

*post agendado

Magra ou gorda? Como você se vê?

Independente das opiniões alheias, como você se vê? Como você se sente?

Eu sempre fui magra (eu diria seca). Tenho 1,58m de altura. Dos meus 15 aos 18 anos meu peso era 46.250g cravadinhos!! Mas estomago saltado, peito enorme e barriga eram uma constante. Não tinha nada de coxa, era pele e osso, por que tudo em cima que pesava. Nunca me gostei muito, embora magra, me achava gorda de perna fina, uma esquisitice só. Acho que isso foi uma das coisas que me manteve afastada das areias da praia ou das águas azuis das piscinas.

Depois dos 18 o peso aumentou, estabilizando em 54kg. Um deslize muito forte em 1995 me fez terminar o ano com quase 70kg. Mas 2 anos depois já estava estabilizando novamente em 54Kg, com um pequeno efeito sanfona oscilando entre 52kg a 56kg.

O verão não tinha muita diferença do inverno, a não ser claro, a temperatura. Mas tipo, eu até ia para a praia com amigos, mas não chegava a ir para a beira. Durante anos tive 1 biquíni só (e ele ainda existe) ou até nenhum, e nunca senti a menor falta. Ia para a praia e nem levava. No máximo uma bermuda e uma camiseta, bem larga de preferência.

Neste caso, não tem regime que resolva, não tem abdominal que arrume. Só mágica! E por isso que, quando apareceu a oportunidade de fazer a lipo e arrumar o peito eu não pensei duas vezes. Eu só precisei me ajustar financeiramente para poder honrar com todos os compromissos financeiros assumidos e me atirei, de corpo e alma.

Agora me vejo magra, me vejo como sempre quis me ver.

Quero começar academia, por que agora tenho um corpo digno, que merece este cuidado, e que, se eu fizer tudo direitinho, vai me trazer resultados. Não sou doente nem neurótica por perfeição. Mas queria vestir uma blusinha, me olhar no espelho, e não ter que colocar um casaco para esconder os “excessos”.

Estas mudanças mexem muito mais com o nosso cérebro do que com o corpo em si. Muda muita coisa internamente. Dizem que algumas mulheres entram em uma pequena depressão ao se verem mudadas, eu não entrei, a não ser em estado de euforia, que me encontro até hoje. Mesmo com macaquinho, mesmo com esponja na barriga, mesmo com toda essa “mão de obra”, sou só sorriso. O olho brilha diferente. Passo um tempão em frente ao espelho olhando todos os detalhes.

E você? Como se sente? Quer contar um pouquinho da sua história?

Beijocas
Cláudia Sachs

Maquiagem do dia-a-dia

A Mitia lançou um desafio no blog dela e eu, bem metida, me atirei no desafio! Como agora as fotos já estão publicadas, vou colocar aqui também. A ideia do desafio era fazer desaparecer uma macha (tipo uma espinha, ou reduzir olheiras, por ex.). Como eu tenho MUITAS manchas no rosto, não dá para fazer sumir tudo (pelo menos não com maquiagem), então a minha ideia foi mostrar como reduzir um pouco e fazer uma maquiagem básica para o dia-a-dia.

Esta maquiagem eu faço todos os dias no caminho para o trabalho. Já peguei prática de pintar os olhos com o carro andando. Só na hora do delineador que torço por uma sinaleira fechada, como temos algumas pelo caminho, faço um olho numa sinaleira e o outro na outra. Se demos “sorte” e pegamos todas verdes, termino o make a uma quadra da empresa (marido estaciona o carro e espera eu terminar!).

Essa sou eu em uma sequência de passos. Primeiro a pele limpa, com todas as manchinhas a mostra. Depois passei um pouco de corretivo, a base (na verdade eu não uso base. uso filtro solar, veja no final do post) e pó compacto.  Agora posso começar com a maquiagem.

 

 

 

Nos olhos, eu usei 4 tipos de sombra. 3 lápis e uma sombra em pó. O primeiro, marrom com brilho, é lindo, mas brilhoso demais para ser usado sozinho, ainda mais para o ambiente corporativo. Então uso mais dois lápis-sombra por cima em tons de rosa (fraquinhos) que reduzem um pouco o brilho e por cima, uma sombra amarelinha aplicada com o pincel do blush. Para finalizar essa primeira etapa, a tentativa meio frustrada (ainda estou treinando) de pintar as sobrancelhas.

 

 

 

Que diferença né!!!! Já passei o delineador, rimel, blush (que na verdade é uma sombra mais escurinha), batom e gloss. Estou pronta para iniciar mais um dia de trabalho. O bom dessa maquiagem é que mesmo sendo leve, eu posso enfrentar qualquer batalha! Se marido convida para dar uma esticadinha, é só fazer um risquinho a mais daquele lapis marrom maravilhoso que a noite está garantida. Para um jantar mais formalzinho, uma retocadinha de leve e estou pronta novamente. Quer ver?

 

 

 

Este é o look completo!

 

 

Agora olhem tudo o que eu usei. Todos os itens cabem na minha necessaire que me acompanha diariamente para o trabalho.

1)      Corretivo da Natura, bem velhinho, uso de vez em quando. Ele não faz parte do make do dia-a-dia. Usei somente para o desafio da Mitia.

2)      Filtro solar 50 com efeito base (cor light) da Heliocare – Oil Free por que a minha pele é bastante oleosa.  Se eu tivesse usado ele a mais tempo, certamente metade das minhas manchinhas não existiriam. Caro, mas vale cada centavo. Além da proteção solar ele tem uma série de cosméticos que ajudam a manter a pele mais bonita. Alias, a pele fica super macia a medida que uso. Só tenho que achar um creme para fazer a hidratação da pele antes de dormir.

3)      Pó compacto faces da Natura (coisas da minha mãe). Uso direto, por cima do Heliocare.

4)      Lápis sombra marrom com muito brilho. Lindo! Eu amo este lapis. Comprei de uma colega de trabalho, nao tem marca conhecida… Não sei o que vou fazer quando ele terminar! heheh

5)      Lápis sombra meio rosa, meio marrom. Fica perfeito no olho, e serve para tirar um pouco do brilho (glitter) do lápis marrom.

6)      Lápis sombra rosado. Quase um tom de pele. Se uso ele sozinho (as vezes faço isso) nem parece que usei maquiagem. Bem cor de pele mesmo.

7)      Lápis de sobrancelha marrom. Sem comentários né?

8)      Delineador Revlon. Dispensa apresentações.

9)      Rímel da Natura. Muito bom este rímel. Muitas das minhas pinturas são da Natura por que minha mãe é consultora.

10)   Conjunto de sombras Natura (era do mostruário da minha mãe). A sombra marrom vira blush.

11)   Pincel que aplico blush e sombra nos olhos para tirar um pouco do brilho do lápis sombra usados no make.

12)   Batom Contem 1g cor 133. É o único batom que uso e repito, amo esta cor. Certa vez houve um boato que eles iriam terminar com esta cor. Meu desespero foi tanto que comprei 4 batons iguais e deixei guardado. Já gastei os 4 e comprei mais 2. E continuam fabricando para a minha felicidade 😉

13)   Gloss da Natura. Embora eu não goste muito de gloss (não gosto da sensação de boca molhada), uso ele de vez em quando. Dá um “tchan” no make.

14)   Necessaire que me acompanha diariamente na ida ao trabalho. Ahãm… ela mesma.

Não é difícil se maquiar. Eu demorei para pegar o ritmo de fazer isso todos os dias. Mas depois que pega o ritmo, acostuma e não consegue mais viver sem. Pequenos detalhes que mudam a nossa vida. Toda semana eu faço as unhas. Todos os dias me maquio. Agora só falta dar um jeitinho no roupeiro.

Beijocas
Cláudia Sachs

Lib Pérola – Feito em casa

Depois que fiz a cirurgia eu me soltei um pouco e estou descobrindo coisas que já existem há bastante tempo mas que nunca me chamaram atenção. Uma dessas coisas é o Lib Pérola. Antes da cirurgia eu nunca usaria, mesmo que conhecesse. Uma amiga siliconada que me mostrou, e eu gamei na hora! Obviamente que comprei.

Meio carinho… R$ 7,00 por dois pares.

Lembram da história da Carla Bruni? Se ela tivesse um desses, teria passado desapercebida, uma vez que as marcas deixada no vestido foram faladas no mundo inteiro.

Fonte: http://jc3.uol.com.br/blogs/blogsocial1/canais/notas/2010/03/12/carla_bruni_vira_alvo_de_fofocas_65935.php

Eu sou meio pão dura, confesso. Tem coisas que são tão simples de fazer que fico com dó de gastar dinheiro.  Ainda mais que tenho certa habilidade, criatividade e sempre acho um tempinho para testar coisas novas.  Foi assim que comparei aquela florzinha com os curativos que o médico está fazendo nas minhas mamas. Sim!!! O Lib é feito de uma espécie de micropore. Hmmm… perfeito!!!! Vamos colocar a caxola para pensar e as mãos para fazer. Ta aí… fiz 4 pares, eu até já estou usando.

É isso ai!!! Depois eu volto com um passo-a-passo para quem quiser.

Beijocas
Cláudia Sachs

*Edit: navegando pela internet, achei alguns fabricantes (importados, claro…).
http://www.yournipplecovers.com/
http://www.dhgate.com/60pairs-1pack-6pairs-instant-breast-lift/p-ff80808123798581012379eaf3b70608.html
http://www.laurensilva.com/nipple_covers_s/9.htm

%d blogueiros gostam disto: