Cirurgia Plástica – Mudanças no pós

Eu disse que tinha feito a lipo e a redução das mamas e que tinha ido tudo bem. Realmente foi, mas algumas coisas “estranhas” aconteceram, que são normais e esperadas.

Mas para uma marinheira de primeira viagem como eu assusta um pouco, por que normalmente os médicos não dizem exatamente o que vai acontecer, até por que, as reações mudam de pessoa para pessoa.

A minha idéia aqui é apenas passar o que aconteceu comigo, e o que pode vir a acontecer contigo, mas sem nenhum grau de certeza absoluta. Eu não senti dor, tem gente que fica dias gemendo na cama sem poder se mexer, então, é só para você ter uma base sobre o que pode vir a acontecer após uma cirurgia deste porte.

Dor: Já disse antes, né? Mas repito, a cirurgia traz algumas complicações, mas dor (daquelas absurdas e insuportáveis) forte não apareceu. É claro, que uma dorzinha sempre tem. Mas ainda prefiro “esta dor” do que uma cólica ou uma dor de cabeça forte. Entendeu a comparação?

Febre: O corpo está se refazendo do susto, é natural que as células trabalhem mais do que nunca para recuperar as áreas que foram mexidas. Com isso, é natural um pequeno aumento na temperatura. A minha temperatura máxima chegou em 37,2° sendo que a minha temperatura normal é 36,5°. Não é nada absurdo, não precisa se assustar, mas pode acontecer.

Inchaços: Isso é geral. Não tem nenhuma parte do corpo que não inche. Minhas pernas, pés, mãos, dedos, até mesmo o braço que não tinha nada a ver com a cirurgia, inchou. Cheguei a ficar uns 3 dias sem ver os ossinhos do pé. Estavam enormes. Neste caso, repouso, pernas para o alto e nada de se abafar, calor nesta hora, só faz inchar mais. Algumas partes do corpo ficam inchadas de tal forma que parecem que vão deformar, mas isso é normal, portanto, não se assuste (muito hehe).

Constipação: Mulher sofre ao natural com isso não é? Depois da cirurgia isso piora um pouco. A utilização de medicamentos pode ajudar, mas converse de antemão com seu médico, e se for possível, inicie um tratamento antes da cirurgia para não sofrer depois.

O primeiro banho: dizem que o primeiro banho (que deve ocorrer 2 ou 3 dias após a cirurgia, conforme orientação médica) é o mais problemático. Queda de pressão, desmaio podem fazer parte desse momento. No meu caso, quando tirei o macaquinho pela primeira vez para o banho, foi tudo de bom! Nada disso aconteceu. Minha cunhada me deu banho (coloquei um banquinho dentro do Box) com chuveirinho e um paninho limpo. Lavamos cabelos, corpo, pontos, cortes. Depois secamos as partes mais críticas com secador de cabelos.

Peso: Não é certo se pesar depois da cirurgia, mas existem certas curiosidades que nos matam! E lá fui eu para cima da balança. Resultado: 3kg a mais do que um dia antes da cirurgia. Não falei nada para ninguém, mas aquela pulguinha ficou atrás da minha orelha. Até que na próxima consulta, o médico me disse que eu estava com retensão de líquido de mais ou menos 3 litros (perfeito!!! eheheh), mas que assim que iniciasse a drenagem, esse líquido sairia e eu começaria a desinchar. Bingo!

Gordura: Eu era “magrinha” (aos olhos dos outros, claro) antes da cirurgia. Mas me achava aquela “falsa-magra”. Na consulta perguntei quanto tinha saído de gordura, ele ficou de me dar este dado na próxima consulta mas disse: Bastante, para ti que era magrinha, até que saiu bastante gordurinha. U-huuu!!! Dois litros e meio!!! Um pouco voltou para o bumbum (que está lindooooo), mas o resto foi para um lugar tão longe que nunca mais vai voltar para este corpicho!

Tudo perfeito!
Beijocas
Cláudia Sachs

 

Anúncios
Publicado em Cirurgia Plástica. Tags: , , , . Comentários desativados em Cirurgia Plástica – Mudanças no pós
%d blogueiros gostam disto: