Phebo

O sabonete Phebo foi criado na década de 1930, em Belém do Pará, quando os primos Antônio e Mário Santiago decidiram desenvolver um sabonete brasileiro que fosse tão bom quanto os produzidos na Inglaterra e na França naquela época. O nome Phebo foi sugerido por Antônio, por ser o Deus grego do Sol, dos Astros e da Luz.

Diversas fragrâncias foram pesquisadas até alcançarem a combinação da essência de pau-rosa com sândalo, cravo da Índia e canela de Madagascar. Nascia, então, o Sabonete Odor de rosas: com formato oval, transparente, escuro e composto com glicerina 100% vegetal.

Anúncios
Publicado em Encontro. Tags: . Comentários desativados em Phebo
%d blogueiros gostam disto: